Geminação, Fusão e Concrescência

Dentre as alterações de desenvolvimento dos dentes estão as anomalias de número, tamanho e forma. As anomalias que dizem respeito à forma dos dentes mais “confundidas” são:

Geminação:

Anomalia de forma originada da divisão frustrada de um germe dental, originando 2 coroas unidas total ou parcialmente, com 1 só raiz. Pode resultar, também, num único dente aumentado ou “duplo”. O número de dentes não muda (contando o dente geminado como sendo um só, claro). Mais frequente em maxila e na dentição decídua.

Geminação

Geminação

Fusão:

Ocorre pela união de 2 germes dentários, dando origem a “um dente” com 2 coroas e 2 raízes. A fusão pode ser parcial, quando apenas as coroas se unem, ou total. Um sinônimo de fusão dentária é sinodontia. O número de dentes muda (contando os dentes fusionados como sendo um só, claro). Mais frequente em mandíbula e na dentição decídua.

Fusão

Fusão

Concrescência:

É a união de 2 dentes adjacentes, já com as coroas formadas, somente pelo cemento, sem confluência de dentina subjacente. Mais frequente em segundos e terceiros molares superiores.

Concrescência

Concrescência

Pra nunca mais confundir, hein?! 😉

Compartilhe:

Na câmara escura: Ana Tokus

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Radiologia Odontológica e Imaginologia pela ABO-PR. Também autora dos blogs Medo de Dentista e OdontoDivas. Veja todos os posts de Ana Tokus
posted: Anomalias dentárias | tagged: , , , , , , , ,

3 comments

Envie um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*