A Radiação em Perspectiva


A radiação em perspectiva

As pessoas morrem de medo dos Raios X, e isso geralmente se deve à confusão entre radiação ionizante e radioatividade. Sim, são coisas totalmente diferentes.

Os Raios X são uma forma de radiação ionizante, ou seja, quando eles atingem um átomo podem expulsar elétrons dele para criar íons (átomos eletricamente carregados). Ao serem atingidos pelos Raios X, os tecidos do nosso organismo são modificados através de reações químicas. Esses efeitos são cumulativos, o que quer dizer que uma vez que nossas células tenham sido atingidas, o dano é permanente e irreversível. Mas qual o grau desse dano? Provavelmente é menor do que sair no sol sem usar boné.

Já a radioatividade é a propriedade que alguns elementos químicos têm de emitir isótopos radioativos, e não tem nada a ver com a radiografia médica ou odontológica, ok?! Aparelhos de Raios X como os que existem em clínicas de exames por imagem e nos consultórios odontológicos não são radioativos.

Muita gente tem medo de desenvolver um câncer após a realização de radiografias e outros exames que utilizam Raios X. A imagem abaixo compara as doses de radiação a que as pessoas são expostas em diferentes situações, veja:

A radiação em perspectiva

Em resumo, as doses de radiação recebidas são:

  • Radiografia no consultório do dentista = 0,00001 rad
  • Voo Salvador – Buenos Aires = 0,005 rad
  • Morar perto de uma mina de urânio por 1 ano = 0,007 rad
  • Radiografia médica = o,01 rad
  • Exposição anual na água e na comida (sim, tem radiação na água e na comida!) = 0,03 rad
  • Tomografia computadorizada = 1 rad
  • O quanto de radiação você precisa receber por ano pra haver risco comprovado de desenvolver um câncer = 10 rad 

* rad = unidade de dose de radiação absorvida. Equivale a o,oo1 Gray (Gy), que é a é a unidade oficial de dose de radiação absorvida no Sistema Internacional de Unidades. 

Segundo o diagrama, você teria que fazer 100 mil (!) radiografias odontológicas no mesmo ano pra correr risco de ter câncer. Portanto, a conclusão óbvia é: não tenha medo de tirar radiografias. Se há indicação pra isso, o benefício é infinitamente maior que o custo biológico.

Veja um infográfico completíssimo sobre doses de radiação (tem ele em português aqui!) e outro aqui!

Compartilhe:

Previous 25 coisas estranhas encontradas em radiografias
Next O corpo humano em ação através da ressonância magnética

2 Comments

  1. […] Leia um post completo (infográficos, tabelas comparativas and whatever) sobre o assunto aqui –> A Radiação em Perspectiva […]

  2. […] Leia um post completo (infográficos, tabelas comparativas and whatever) sobre o assunto aqui –> A Radiação em Perspectiva […]

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *