Tumor Odontogênico Epitelial Calcificante (Tumor de Pindborg)


Tomografia: Tumor de Pindborg
Tomografia: Tumor de Pindborg

Características gerais:

É uma lesão incomum, representando menos de 1% de todos os tumores odontogênicos. Apenas cerca de 200 casos foram relatados até hoje.

Características clínicas:

Cerca de 2 terços de todos os casos de Tumor de Pindborg ocorreram em mandíbula, na região posterior. O sinal mais frequente é um aumento de volume indolor e de crescimento lento. Há pouquíssimos casos de exemplares extra-ósseos desse tipo de tumor, que surgem como aumentos gengivais sésseis, quase sempre em gengiva anterior.

Características radiográficas:

Área radiolúcida geralmente unilocular, com margens festonadas, frequentemente bem definidas. Em 20% dos casos as margens são mal definidas e, em outros 20%, apresentam margem cortical evidente. Embora possa ser completamente radiolúcida, a imagem costuma mostrar estruturas calcificadas de tamanhos e densidades variáveis. O tumor frequentemente está associado a um dente não-irrompido, quase sempre um molar inferior. Padrões como favos de mel e flocos de neve podem estar presentes e, nos casos extra-ósseos, pode haver erosão óssea subjacente associada, em forma de taça.

Radiografia panorâmica: Tumor de Pindborg
Radiografia panorâmica: Tumor de Pindborg
Tomografia: Tumor de Pindborg
Tomografia: Tumor de Pindborg

Prevalência:

  • Parece ser mais comum em pessoas de 30 a 50 anos
  • Não há predileção por sexo

Outras hipóteses diagnósticas:

Leia também o artigo: Calcifying epithelial odontogenic tumor (Neeraj Singh, Sharad Sahai, Sourav Singh, Smita Singh), de onde foram tiradas as imagens deste post.

Compartilhe:

Previous Dens in dente (dente invaginado)
Next Mixoma Odontogênico

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *